O caminho para um novo Corinthians

abril 2, 2007 at 5:24 pm 2 comentários

corinthians.jpg

No último sábado o Corinthians empatou em 2 x 2 com o fraco Sertãozinho, que briga pra não cair pra segunda divisão do futebol paulista. O jogo, realizado no estádio do Pacaembu, teve apenas 2.812 espectadores, sendo que 622 não pagaram ingresso. O prejuízo do clube foi de R$ 28.369,73. O Corinthians pagou pra jogar nessa rodada.

Todo mundo sabe o que está errado no Parque São Jorge. O difícil é descobrir o que está certo, se é que existe alguma coisa correta por lá. Mas a solução para os problemas é muito simples, e com a devida força de vontade, o Sport Club Corinthians Paulista pode se tornar uma potência mundial no futebol.

Golpe no Parque

A primeira medida para mudar o Corinthians é expulsar Alberto Dualib e sua corja do clube. O presidente, todos os diretores e todo o conselho seriam demitidos e expulsos. Eu seria empossado como presidente de transição pelo período de cinco anos. Durante esse período seria construído o caminho para a volta da democracia.

Re-democratização

Após a tomada do poder seria aberto um programa de adesão de novos sócios e recadastramento dos antigos, pelo período de 4 anos.

No aniversário de 4 anos da queda do Dualib, seriam realizadas eleições diretas para o novo conselho. O novo conselho, com 200 representantes, elegeria o próximo presidente do clube, entre as opções apresentadas pela administração de transição. O presidente eleito pelo conselho seria empossado, e trabalharia juntamente com o presidente de transição até que se completasse o período de transição de 5 anos.

É importante ressalvar que o presidente a ser votado pelo conselho não será um necessariamente um integrante do mesmo, talvez nem mesmo sócio do clube. Afinal de contas, um clube do tamanho do Corinthians requer um administrador profissional, de competência reconhecida, e remunerado de acordo com a média do mercado.

O conselho seria renovado trienalmente, sempre por eleição direta, sendo que cada conselheiro não poderia obter mais de dois mandatos. Sempre que houver renovação do conselho, haverá uma ratificação do atual presidente, ou eleição de um novo. O presidente pode ser reeleito indefinidamente.

Caberá ao presidente definir as diretorias, os orçamentos e os objetivos a serem cumpridos. Ao conselho caberá fiscalizar e cobrar a presidência, mas sem ingerência direta nos assuntos do clube.

A transição

O Corinthians é grande demais, e não pode ficar parado. Logo após a expulsão de Dualib, a dissolução do conselho e a demissão de todos os diretores, o presidente de transição vai tomar as seguintes medidas:

– Reestruturação de todos os departamentos do clube e de seus respectivos orçamentos:

O Corinthians precisa de um departamento de handebol? De peteca? Quantos funcionários têm o departamento de futebol? Quanto se gasta com manutenção? Todas essas perguntas serão feitas, respondidas, e ações serão tomadas. O Corinthians será administrado com inteligência, só gastando o necessário, sem desvios e sem desperdício de dinheiro.

– Renegociação dos contratos de patrocínio com Nike e Samsung:

Ninguém sabe ao certo os valores desses contratos, visto que neles estão embutidos custos invisíveis, como comissões, propinas e etc. Os contratos serão renegociados abertamente, dando chance aos antigos parceiros de participar da revolução corinthiana.

– Renegociação dos direitos de transmissão com a FPF, CBF, Clube dos 13 e Globo:

O Corinthians vai sentar à mesa com todas essas entidades e discutir o método de remuneração do clube; sendo o time que tem o maior número de jogos transmitidos nos estados de maior poder aquisitivo, cabe ao Corinthians liderar a negociação.

– Contratação de novos diretores, profissionais e remunerados:

Essa é simples. Para o cargo de diretor de marketing, será contratado um especialista em marketing. Para o cargo de diretor financeiro, um especialista em finanças. O assessor de imprensa será um especialista em comunicação. E se já foi diretor do Corinthians anteriormente, está fora.

– Negociação com a prefeitura para o arrendamento em do Pacaembu, em sistema de PPP, pelo período de 10 anos:

Para aumentar a renda de seus jogos, o Corinthians precisa de um estádio. Construir o tão sonhado estádio deve ser um projeto de longo prazo, e o Pacaembu pode ser utilizado até que esse projeto seja concluído.

Estando o Pacaembu sob administração do clube, seriam feitas as reformas necessárias. Seriam instaladas cadeiras em todos os setores do estádio.Todos os assentos seriam numerados, e essa numeração seria respeitada. Seriam construídos camarotes, que estariam à disposição dos patrocinadores ou seriam colocados à venda para sócios interessados. O torcedor poderia escolher comprar ingressos antecipadamente para qualquer jogo a qualquer momento, ou adquirir o carnê para toda a temporada com 15% ou 20% de desconto.

– Planejamento técnico de longo prazo:

Um treinador seria contratado para dirigir o time de futebol profissional, com contrato de 5 anos. De preferência um treinador jovem, que não tenha dirigido o time antes, que tenha consciência de que tática e retranca são coisas diferentes, e que não trate jogador como criança ou presidiário.

O treinador só seria demitido em caso de rebaixamento no campeonato nacional, e não seria cobrado por falta de títulos até o terceiro ou quarto ano da transição. O clube estaria ao lado do técnico pra segurar a bronca em caso de reclamação da torcida.

-Reestruturação da categoria de base:

Não se pode reclamar que faltem jogadores revelados pelo clube. Mas a administração do setor há de ser profissional, para evitar casos como o do lateral Fagner. Destaque da seleção sub-20, foi de graça para o PSV da Holanda após o término do seu contrato, sem que ninguém tenha se dado conta. Já se fala que o mesmo pode acontecer com Lulinha, destaque do sub-17

– Clube é clube, torcida é torcida:

O novo Corinthians não vai distribuir ingresso pra torcida organizada; não vai bancar ônibus pra torcida organizada; não vai bancar churrasco de torcida organizada. E mais importante, não vai tolerar a ingerência da torcida dentro do clube. Lugar de torcedor é na arquibancada.

– Normas disciplinares claras:

O presidente é funcionário do clube, o técnico é funcionário do clube, os jogadores são funcionários do clube. Todos têm de seguir as normas, e essas devem ser claras. Por exemplo, técnico, diretor, jogador, qualquer um, só dá entrevista quando autorizado pelo clube. Jogador que faz gol e tira a camisa tem que ser punido. Técnico tem que usar uniforme do clube em campo, nas entrevistas coletivas e sempre que estiver representando o clube.

Conclusão

Esss são apenas algumas das idéias que poderiam fazer do Corinthians um clube ainda maior. Eu poderia estender essa lista de pequenas (e não tão pequenas) medidas eternamente. Não gastei mais que uma hora pra botar essas idéias no papel.

Apesar de ter a solução para os problemas , me falta a capacidade de articular o Golpe do Parque. Caso alguém consiga derrubar o velho e sua corja, estarei à disposição para fazer parte de um novo Corinthians. Ou, numa possibilidade ainda mais remota, caso algum grupo consiga assumir a administração do Parque São Jorge pelos meios institucionais, pode me chamar que eu vou.

Entry filed under: Futebol. Tags: .

Cleptomania? Dormindo com o inimigo

2 Comentários Add your own

  • 1. Rodrigo Leme  |  abril 3, 2007 às 10:30 am

    Achei q a conclusão seria “fodeu”!!!

    E ah, o Corinthians contratou o Ilton José da Costa pro lugar do Edvar Simões. Sério.

    Responder
  • 2. Andrada  |  abril 3, 2007 às 2:24 pm

    Pô, to aceitando o cargo de ditador no Porco também. Quero 20 mil de salário pra por aquela merda de pé. No Corinthians por amor, no Porco por dinheiro.

    Responder

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Feeds


%d blogueiros gostam disto: