Só criança burra

maio 4, 2007 at 3:57 pm Deixe um comentário

Essa história aconteceu bem antes de eu começar a viajar a trabalho. Foi no natal de 1985, eu tinha sete anos e saía do país pela primeira vez. Fui com meus pais e meu irmão mais novo para Buenos Aires, na Argentina.

Na maioria dos dias passeamos bastante, então não havíamos interagido com crianças porteñas. Até que na véspera de natal, um pouco antes da ceia, descemos para o saguão do hotel e nos misturamos às outras crianças correndo e bagunçando, como fazem crianças em saguão de hotel.

Depois de um pouco de brincadeira e correria meu irmão – com 5 anos na época – desiste e vai desanimado procurar meus pais.

“Não dá pra brincar com as crianças daqui. Só tem criança burra. São todos mais velhos que eu e nenhum deles sabe falar direito.”

Ele nem imaginava que existissem outros idiomas além do português.

Entry filed under: Passeando a trabalho. Tags: .

Nova seção – Passeando a trabalho Quebra de patente

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Feeds


%d blogueiros gostam disto: