Eu, ditador

julho 6, 2007 at 5:59 pm Deixe um comentário

A democracia não é um grande sistema político. Ele é apenas o menos pior dos que se desenvolveram até hoje. Eu acho a ditadura um sistema interessante, mas com um grande incoveniente: só funcionaria a meu contento se o ditador fosse eu.

Eu acho que daria um belo ditador.  Como não sou comunista, não cometeria atos insanos como fizeram Stalin e Mao. E como continuam fazendo Fidel CastroHugo Chávez. Como também não sou megalomaníaco, não teria surtos expansionistas como Hitler e Napoleão. Não tenho preconceitos de ordem racial ou étnica, o que me difere de Hitler (novamente), Milosevic e Saddam Hussein.

Não pratico religião nenhuma, o que garantiria a manutenção do estado laico. Não moveria um dedo pra intervir na economia, e sempre que possível, diminuiria a presença do estado. Os barbados poderiam reclamar à vontade, e eu não me incomodaria de ser chamado de privatista ou neoliberal.

E eu tenho convicção de que enquanto ditador do Brasil, faria bem mais pelo país e pelo povo do que os governantes do últimos 50 anos. Porque pior do que eles fizeram, é impossível.

Entry filed under: Política. Tags: .

Candidato ao Oscar – da estupidez Feriadão cinematográfico

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Feeds


%d blogueiros gostam disto: