Harry Potter e a Ordem da Fênix

julho 23, 2007 at 11:57 am Deixe um comentário

1400.jpgA Ordem da Fênix é meu episódio favorito da saga de Harry Potter. É o livro mais político, com a melhor trama e os melhores personagens. A obra demonstra como a evolução da democracia ao autoritarismo se dá de uma maneira lenta e gradual, sem que muitos possam se dar conta do que acontece por trás das aparências.

É justamente por essa razão que o filme se torna superficial. A sequência de eventos se dá numa velocidade enorme, tirando da antagonista autoritária todo o charme. Os dois primeiros episódios do aprendiz de bruxo eram mais simples, e sua transposição para as telas se deu naturalmente. Nos terceiro e quartos filmes, alguns cortes e concessões foram feitos, mas sem que o resultado final fosse prejudicado.

Infelizmente, duas horas e meia não são suficientes para transmitir ao espectador 50% do potencial do livro.  Não é um filme ruim, mas é o primeiro da série que não faz jus à qualidade da obra que o originou. Os produtores vão ter que fazer milagre pra transformar o “Príncipe Mestiço” em um filme só.

Entry filed under: Cinema, Literatura. Tags: .

Andrada, quadrinista Harry Potter and the Deathly Hallows

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Feeds


%d blogueiros gostam disto: